Pular para o conteúdo

Experiência exitosa em Gurupi será apresentada em congresso da região Norte e Nordeste das Secretarias de Saúde

18/04/2019
Imagem relacionada


Fonte: Surgiu

Nos dias 29, 30 de abril e 1º de maio acontece em Fortaleza (CE) o 7º Congresso Norte e Nordeste das Secretarias Municipais de Saúde. O evento é considerado com um dos principais cenários de debates dos gestores da saúde. O congresso dedica um espaço para apresentação de experiências exitosas de cada Estado e a boa notícia é que a Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi foi um dos três municípios selecionados no Tocantins para apresentar o trabalho realizado na cidade.

O trabalho escrito por Gurupi tem o tema “Avaliação em médio prazo do uso de coleiras impregnadas com inseticida deltametrina a 4% em cães, no controle da leishmaniose visceral canina e humana”, que tem como autor principal: Francisco Vieira da Costa e colaboradores Dunai Donato Rodrigues Brito, Ronaldo Valdares Veras Junior e Henrique Alencar Araújo, todos servidores do Centro de Controle de Zoonoses.

O autor, Francisco Vieira, destacou no projeto inscrito que Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença crônica progressiva, em que o cão é considerado um dos principais reservatórios da doença, sendo o principal alvo nas estratégias de controle. A transmissão para humanos se dá através da picada de fêmeas de insetos e costuma se reproduzir em locais com muita matéria orgânica em decomposição.

Conforme os autores do projeto, a Leishmaniose Visceral em Gurupi a partir de 2013 registrou números significativos de casos confirmados em humanos comparados em anos anteriores: 2012: 01; 2013: 12, e para manter o controle foi adotada a distribuição de coleiras impregnadas com deltametrina a 4% para cães com diagnóstico negativo de Leishmaniose Visceral Canina (LVC).

“A avaliação foi realizada pelo Centro de Controle de Zoonose de Gurupi-TO no período 2013 a dezembro de 2018. O CCZ também implantou os testes TR DPP BIO MANGUINHOS em cães do município a partir de junho de 2013 com a intenção de detectar a população canina infectada. A partir de junho de 2014 até dezembro de 2015 foi incrementada a distribuição de coleiras impregnadas com deltametrina a 4% doadas pelo Ministério da Saúde para animais com resultado negativo no teste TR DPP. Nesse período foram encoleirados 9.869 cães. Nos anos de 2016, 2017 e 2018 continuou-se a avaliação do número de cães positivos através do teste TR DPP e exame enzimaimunoensaio para confirmação do resultado definitivo, sendo considerados positivos apenas os cães cujo resultado se confirma nos dois exames”, explica o coordenador do CCZ de Gurupi, Henrique Alencar.

Os autores destacam que durante o ápice do projeto de encoleiramento de cães com coleiras impregnadas com inseticida deltametrina a 4%, no exercício de 2015, houve uma considerável redução nos casos confirmados de Leishmaniose Visceral  em humanos bem como no índice de infecção canina, sendo, 04 casos confirmados em humanos e 14,7% a percentagem de positivi

Satisfeito com a seleção, o secretário municipal de Saúde, Gutierres Torquato, destaca que o uso das coleiras é uma ferramenta indispensável no controle da Leishmaniose Visceral, canina e humana, vez que durante a execução do projeto registrou-se uma diminuição considerável no número de casos confirmados. “Estamos satisfeitos por nosso município ter sido selecionado para representar o Tocantins, e sabemos que esse trabalho servirá de modelo para as demais cidades do país”, ressalta.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: