Pular para o conteúdo

4º Simpósio Brasileiro de Toxoplasmose

10/09/2018

 180910 - Simposio de Toxoplasmose

A Rede brasileira de Pesquisa em Toxoplasmose tem o prazer de convidar pesquisadores e estudantes para o 4º Simpósio Brasileiro de Toxoplasmose, cujo tema é Os 10 anos da Carta de Búzios. Outras informações:

https://rbpt.net.br/programacao/

A carta de Búzios foi escrita no ano de 2008 durante o primeiro Simpósio Brasileiro de Toxoplasmose, ocorrido na cidade de Búzios no RJ em setembro daquele ano.

A carta sinalizou sobre a necessidade da criação da Rede Brasileira de Pesquisa em Toxoplasmose e também pela implementação de políticas públicas específicas para a toxoplasmose gestacional e congênita no país.

Durante o 3º Simpósio Brasileiro de Toxoplasmose ocorrido em São Paulo na USP em março de 2013, a criação da Rede foi novamente debatida e criada uma comissão para viabiliza-la juridicamente.

Em maio de 2015, durante o V Congresso Internacional em Toxoplasmose Congênita ocorrido em Belo Horizonte, o estatuto da Rede Brasileira de Pesquisa em Toxoplasmose foi aprovado.

Recentemente um avanço significativo nas políticas de saúde foi alcançado com a publicação da portaria – 204, de 17 de fevereiro de 2016, declarando a notificação da toxoplasmose gestacional e congênita como compulsória em regime semanal. Entretanto precisamos avançar ainda mais. Nesse contexto, a Rede vem trabalhando na construção conjunta com o Ministério da saúde pela elaboração de documentos e proposições que possam fundamentar a plena notificação da doença conforme requer a portaria de consolidação nº 4, de 28 de setembro de 2017, que ratificou a Portaria n. 204 de 2016.

O 4º Simpósio Brasileiro de Toxoplasmose conta com o apoio e participação substancialmente importantes de autoridades de saúde e do corpo técnico do Ministério da Saúde, por meio da equipe de Vigilância de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar da Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis, além de representantes estaduais que desenvolvem atividades relacionadas à doença.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: