Skip to content

Estudo aponta que saliva do mosquito pode aumentar severidade da dengue

21/06/2016

160621 - Mosquito no canudo vidro

Fonte: Bahia Notícia

Cientistas dos Estados Unidos e Bélgica afirmam que saliva do Aedes aegypti torna vasos sanguíneos mais permeáveis, acelerando o alastramento do vírus.  A pesquisa, que foi realizada com experimento em camundongos, aponta que a saliva pode ter um papel importante na gravidade da infecção por dengue, alastrando o vírus no corpo do paciente. No momento em que o mosquito inoculou o vírus nos camundongos, os cientistas descobriram que a presença da saliva enfraqueceu os vasos, tornando-os mais permeáveis, ajudando o vírus a se espalhar mais rapidamente, aumentando a severidade da doença. “Moléculas presentes na saliva do mosquito podem modificar e modular o processo de infecção”, disse a virologista Eva Harris, uma das autoras do estudo, da Universidade da Califórnia em Berkeley (Estados Unidos). Segundo ela, a ação da saliva do mosquito já foi bem estudada em outras patologias virais, mas ainda não havia sido investigada na dengue. Segundo Eva, a versão que pode causar hemorragias, desenvolve-se especialmente em pacientes que têm uma infecção secundária – isto é, que são infectados pela segunda vez após já terem sido expostos a um dos três sorotipos. Esse fenômeno, chamado de “amplificação dependente de anticorpo”, ocorre quando os anticorpos “errados” acabam facilitando a infecção de células imunes. O resultado é um aumento da carga viral nos pacientes, podendo causar sintomas mais severos, incluindo a morte.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: