Skip to content

Leia online a edição julho-agosto do JBPML

03/09/2015

150903 - JBPML

Fonte: Site da SBPC/ML

Está disponível a edição completa do número 4 (julho-agosto/2015) do volume 51 do Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial (JBPML). A revista completa está disponível em seu site: www.jbpml.org.br.

O acesso é livre a todo o conteúdo da publicação e os artigos podem ser baixados em formato “pdf” e impressos. Esta edição apresenta cinco artigo em Medicina Laboratorial e cinco em Patologia.

Desde o começo do ano o JBPML é publicado somente em versão eletrônica — não existe mais a versão impressa — disponível em seu site. Além do conteúdo integral da revista — por enquanto, existem somente as edições de 2015 —, é possível consultar as instruções aos autores, navegar pelo Sistema de Gestão de Publicações (SGP) — é através dele que o autor submete seu trabalho e acompanha o processo de análise até a aprovação para ser publicado —, entrar em contato com a equipe do JBPML e obter informações sobre o corpo editorial, a revista e as instituições que a publicam — SBPC/ML e Sociedades Brasileiras de Patologia (SBP) e de Citopatologia (SBC). O site está em português, inglês e espanhol.

Segundo o editor-chefe do JBPML, o patologista clínico Adagmar Andriolo, “as modificações seguem a tendência mundial entre as revistas científicas de destaque em muitas áreas, que possuem site próprio e são publicadas em formato eletrônico”.

Ele acrescenta que essas características aumentam a visibilidade internacional do JBPML e a possibilidade de ser indexado por bases de dados que têm destaque mundial, como o MedLine. A revista continua a ser indexada no SciELO (Scientific Electronic Library Online) e no Lilacs (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde).

Segundo Andriolo, outras vantagens incluem a possibilidade dos autores usarem imagens coloridas, redução do tempo entre a aprovação de um artigo e sua publicação e liberdade para modificar o número de páginas. “Publicamos dez artigos por edição e pretendemos manter esta prática, mas podemos ampliar o número de páginas quando for necessário”, diz o patologista clínico.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: