Pular para o conteúdo

Ministério garante que não há vacina que previna a leishmaniose em cães

12/12/2011

Fonte: Agência Câmara de Notícias – 22/11/2011

O coordenador-geral de Doenças Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, José Ricardo Pio Marins, afirmou que não há vacina que atenda os quesitos de segurança ou mesmo a relação custo/eficiência para ser adotada na prevenção à leishmaniose em cães. “Em 2007 reunimos todos os especialistas nacionais e chegamos à conclusão de que não há evidências suficientes da eficiência, portanto, o produto não está apto para uso”, explicou.

Pio Marins disse também que o tratamento dos cães com medicamentos para uso humano está proibido no Brasil.

Ele explicou que a eutanásia dos cães infectados com leishmaniose é uma medida recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Não existe transmissão da doença de homem para homem, o cão é o único hospedeiro”, esclareceu.

Pessoas com camisetas com os dizeres “Diga não ao sacrifício de cães” acompanham a audiência promovida pela Comissão de Seguridade Social e Família para discutir o Projeto de Lei 1738/11, que torna obrigatória a vacinação anual de cães e gatos contra a leishmaniose.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: